A equipa técnica da AS SOLAR-Amara viajou até à Intersolar 2019 para ver ao vivo as últimas tecnologias sobre os módulos PV e as novidades do mercado internacional para os próximos meses.

Atualmente a tendência do mercado dos módulos assenta em 4 pressupostos: eficiência, potência, comportamento ao calor e, as garantias de produção. A seguir, damos a palavra aos maiores fabricantes do setor:

Tecnologia HJT

Assistimos à apresentação oficial da REC, onde fomos surpreendidos com uma autêntica revolução na tecnologia solar com a série Alpha

O módulo Alpha REC, baseado na tecnologia Heterojunction (HJT), combina as células monocristalinas N-Type e, a a tecnologia thin film para conseguir o painel solar de 60 células mais potente do mundo com 380Wp.

As células deste módulo são fabricadas colocando a célula N-Type entre duas lâminas de silício amorfo, estabelecendo deste modo duas pontes p-n. Garantindo assim uma maior quantidade de eletrões que facilitam a conversão da energia solar em energia elétrica. Deste forma, ao aumentar a tensão do módulo,  é conseguido uma corrente menor e, um comportamento melhor  a altas temperaturas, com un coeficiente de temperatura de -0.26%/ºC.

Mas a verdadeira revolução, é a nova metedologia através da interligação das células. Esta tecnologia permite a colocação de uma lâmina condutora sobre a célula, evitando assim a utlização de soldaduras em altas temperaturas, necessárias para a colocação dos BusBars. Ficando assim também, favorecida a resistência da célula. A lâmina condutora de 16 fios cilíndricos permite uma circulação mais fluida dos eletrões. Não esquecendo obviamente a super conhecida tecnologia HalfCell, que somada a tudo que falamos até agora, melhorará a produção de Instalações com problemas de sombreamento.

Standard BiFi100

A tecnologia Bifacial posiciona se como uma das favoritas para os próximos anos. O gigante coreano LG apresentou o novo método para a caracterização dos módulos bifaciais, que pretende fixar as condições de medida para a parte posterior dos módulos de uma maneira internacional. Sempre com o objetivo de estabelecer a potência da parte posterior com umas determinadas condições que facilitarão a compreensão das vantagens para os clientes.

Habitualmente os módulos são testados com as conhecidas condições STC, 1000W/m2, 25ºC e AM 1.5. Com o standard BiFi100 é acrescentado uma nova condição na medição da parte posterior com uma irradiação de 100W/m2. Desta forma são definidas as condições BiFi100 e BiFi200.

A LG apresentou também as novas potências para o modelo LG NeON 2 Bifacial, agora com 405W para 72 células e, uma potência de 430W para o modelo BiFI 1000. Também vimos o novo modelo de 60 células com 345W (365Wp BiFi100), recomendado para os sistemas residenciais com pouco espaço para instalação. A LG também melhorou a degradação dos seus módulos, garantindo um 90% de produção a 25 anos,

Devido ao exponencial crescimento, o veiculo elétrico não foi esquecido. A LG apresentou o teto solar para automovéis, com a tecnologia Neon R para conseguir uma potência de 300W e, garantir a recarga do mesmo através da energia solar incidente.

Módulos de +400Wp

A combinação da tecnologia Half-cell e Multibusbar  chegou à JA SOLAR com os seus módulos de +400W. esta combinação é particularmente importante devido ao facto que, no caso das células standard, a tecnologia Multibusbar elevaria  a corrente de maneira excessiva, provocando assim o aumento da temperatura e reduzindo a potência,

Como  sabe, habitualmente os módulos bifaciais do mercado são formados por duplo vidro, o que aumenta a resistência do módulo e se traduz em custos mais elevados de produção.

A JA introduziu a possibilidade de utilizar módulos com backsheet transparente em vez de vidro, reduzindo assim o valor do LCOE (Levelized Cost Of Energy). A diferença com os outros fabricantes, é que a JA não utiliza módulos bifaciais translúcidos. A marca aposta na colocação de uma lâmina branca na interligação das células, o que permite um aproveitamento da luz que incide sobre ela. Conseguimos com esta tecnologia um ganho de 5-10W mais de produção.

Concluimos com a  Longi Solar, que nos apresentou a série Hi-Mo4. Fabricada com a combinação da tecnologia Half-Cell e a tecnologia bifacial, conseguindo uma potência de 425Wp no seu modelo de 72 células. Este módulo tem 30 anos de garantia, com um alcance de 84.95% da sua potência nominal no ano 30.

Quem disse que o PV é uma tecnologia estática. As alterações climáticas continuam a ser um dos grandes problemas da Humanidade. Todos estes investimentos são em prol de um mundo melhor, de forma a conseguir combater este grande flagelo,

Recomendamos

A revolução tecnológica na Intersolar 2019: Inversores

Em mais um ano a nossa equipa AS Solar > Amara deslocou-se a Munique para nos trazer as últimas novidades, tendências e soluções apresentadas na 28ª edição Intersolar 2019. A nossa equipa técnica trabalhará, junto com os melhores fabricantes, com o objetivo de traduzir estas inovações em ferramentas e funções aplicáveis ao mercado ibérico.

Como escolho o diferencial adequado?

Há umas semanas atrás, falamos da necessidade (ou não) de utilizar fusíveis nas nossas instalações fotovoltaicas. Neste caso, vamos falar de uma proteção necessária na parte AC, como são os interruptores diferenciais. 

Reader Interactions

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies