A criação de um Laboratório Fotovoltaico de práticas e investigação, em parceria com a Universidade Politécnica de Madrid.

Como muitos sabem, um dos nossos objetivos é melhorar o mundo facilitando o acesso à educação e promovendo a divulgação de conhecimento. Nesse sentido temos colaborado, desde há vários anos, em diferentes projetos com a Universidade Politécnica de Madrid, e temos o prazer de anunciar que, finalmente, um dos nossos planos mais ambiciosos nesta área verá a luz do dia, o Solar Academy Lab. Temos procurado criar um espaço onde se possa investigar os aspetos mais técnicos das instalações fotovoltaicas, assim como um lugar onde seja possível a verificação da qualidade de cada um dos equipamentos que compõem essas instalações.

Este laboratório, que estará situado na Escola Técnica Superior de Engenharia e Design Industrial na capital espanhola, contará com materiais da última geração para que alunos e instaladores possam analisar, de forma empírica, as últimas inovações tecnológicas em módulos fotovoltaicos. Neste projeto, professores e doutorandos da UPM, juntamente com o Departamento de Qualidade da AS Solar > Amara, levarão a cabo variados estudos em conjunto onde se examinará o comportamento dos painéis em cenários climatológicos reais. Nestas investigações, serão avaliadas tanto instalações residenciais como de âmbito comercial-industrial, para sua posterior publicação e divulgação gratuita.

Criação do Laboratório Fotovoltaico de práticas e investigação, em parceria com a Universidade Politécnica.

Materiais que se vão utilizar:

O projeto começa com a instalação de um gerador fotovoltaico que inclui:

  • - Módulos fotovoltaicos, o que permitirá estudar o rendimento das últimas tecnologias em condições reais.
  • - Estruturas, o que garante um ótimo equilíbrio entre os custos de instalação e a produção fotovoltaica.
  • -Analisaremos os inversores fotovoltaicos mais vendidos do mercado para conhecer, a nível prático, todos os aspetos que se deve ter em conta durante o design e a instalação.
  • - Integraremos sistemas de baterias de lítio, o que permitirá analisar o comportamento das tecnologias atuais de LFP e NMC.
  • - Iremos monitorizar cada um dos sistemas instalados com o objetivo de saber, em todo o momento, a produção dos diferentes sistemas e consumos. Assim se poderá examinar o comportamento do sistema, tendo em conta as taxas horárias, o controlo das cargas, os sistemas de baterias e o veículo elétrico.

Temáticas de investigação

Durante a primeira etapa do laboratório, as temáticas de investigação centrar-se-ão no estudo do rendimento dos módulos mais procurados no mercado, dedicando uma parcela específica da instalação para a análise de painéis bifaciais e half-cell com o propósito de medir o seu comportamento face às sombras e à sujidade.

 

Estudo de módulos de alta eficiência

Colocaremos a trabalhar os módulos mais procurados pelo mercado para estudar o comportamento destes e assegurar as especificações técnicas que os fabricantes indicam. Iremos comparar o rendimento das últimas inovações tecnológicas: Heterojunction, Half-cell, N,Type, Multibusbar e Back-Contact.

Estudo da bifacialidade

Este estudo centra-se em quantificar os ganhos dos módulos bifaciais, em função do coeficiente de reflexão da luz sobre estas superfícies. Nesse sentido, serão utilizadas coberturas planas com três superfícies distintas: cascalho, relva artificial e asfalto.

Estudo das sombras e da sujidade

Submeteremos vários painéis de tecnologia half-cell a diferentes condições e níveis de sombras, com o objetivo de comprovar o comportamento das correntes neste tipo de módulos. Também se analisará o rendimento deste tipo de painéis em condições de sujidade, para que se verifique o aparecimento de possíveis zonas quentes causadas por uma má manutenção da instalação.

Museu

Será criado um Museu Solar dentro da Universidade, onde será possível dar um passeio pela história do setor fotovoltaico e aprender sobre o desenvolvimento produtivo desde o seu nascimento, nos anos 70.

Recomendamos

A revolução tecnológica na Intersolar 2019: Módulos

A criação de um Laboratório Fotovoltaico de práticas e investigação, em parceria com a Universidade Politécnica de Madrid.

Como escolho o diferencial adequado?

Há umas semanas atrás, falamos da necessidade (ou não) de utilizar fusíveis nas nossas instalações fotovoltaicas. Neste caso, vamos falar de uma proteção necessária na parte AC, como são os interruptores diferenciais. 

Reader Interactions

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies